domingo, 6 de abril de 2008

Projeto BOX: Uma caixinha de [BOAS] surpresas

Há quatro anos surgiu o Projeto Box. Idealizado pelo estilista Caio Alvi, que na época era conhecido como Caio Táxi, a idéia tornou-se um incentivo para muitos jovens estilistas mineiros. Quando chegou a Belo Horizonte, o estilista arquitetou o projeto como uma possibilidade de lançar a sua marca. Assim, em maio de 2004 aconteceu a 1ª edição do evento, que contou com a participação de cinco grifes. Desde então, cinco edições do projeto já aconteceram e 27 designers de moda tiveram a oportunidade de apresentar seu trabalho, entre eles, Fernando Silva, que hoje trabalha com o estilista Victor Dzenk e Flávia Fantini, que atualmente faz parte da equipe de criação da Zoomp.

Para Cristina Girardi, coordenadora do Projeto Box desde sua 3ª edição, o evento é um importante mecanismo de divulgação do trabalho destes novos talentos. “Além de lançá-los no mercado, o Box gera visibilidade e abre muitas portas. Oferece oportunidade de contatos com clientes e é um grande canal para futuras parcerias”, observa. Girardi ainda ressalta que, durante o período pré-evento, os estilistas têm a chance de vivenciar, de maneira prática, toda a teoria descrita nas faculdades e cursos de moda. “Com o Projeto Box eles passam a conhecer a realidade do mercado de moda”, completa.

Projeto Box e MaqTêxtil
Durante os dias 03, 04 e 05 de março, o Expominas, em Belo Horizonte, recebeu a 2ª edição da MaqTêxtil, um evento voltado para profissionais da moda. Com atividades que ressaltaram a importância do setor em Minas Gerais e destacaram a capital mineira como pólo de criação e negócios de moda no Brasil. A programação contou, no dia 03, com desfiles da 5ª edição do Projeto Box e quatro palestras que complementaram as atividades e aguçaram debates sobre a indústria fashion.

Três novas designers puderam apresentar suas idéias em dois blocos de desfiles. Luisa Simão, 22 anos, foi a estilista que abriu a programação. Recém-formada pela Universidade Fumec e estudante de Belas Artes na Escola Guignard, ela foi descoberta pela produção do Projeto Box durante o seu desfile de graduação. Com uma coleção inspirada no artista catalão Joan Miró, seu trabalho surpreendeu a todos. “Miró me encantou desde a primeira vez que vi uma de suas obras. Gosto de coisas que me emocionam e procuro utilizá-las em minhas criações”, destaca. A coleção Miragem nasceu desta paixão da estilista pelas obras do artista.

Com uma intensa pesquisa sobre a vida e obra de Miró, a estilista desenvolveu traços figurativos, utilizou do cubismo, inspirou-se nas constelações e no minimalismo. Estas são algumas das características encontradas nas obras de Miró e que podem ser vistos também no trabalho de Luisa. Para a estilista, a cartela de cores é de extrema intensidade e poesia. Ela ainda aproveitou técnicas da estamparia e modelagens diferenciadas, utilizando de formas recorrentes nas obras do artista e transformando-as em vestimenta. Sua coleção trás um traço único e peculiar.

Luisa Simão


Além de Luisa Simão, a dupla Fabiana Moraes, 30, e Carol Maqui, 25, apresentaram o trabalho que desenvolvem para a grife de acessórios Valentina Valente. A dupla, que já teve a oportunidade de apresentar seu trabalho em desfiles de outros estilistas, apresentou, pela primeira vez, um desfile solo da sua marca. “É muito importante participar desse tipo de evento, já que é o único do gênero em nossa capital, que tem tantas faculdades e cursos de moda. Existem muitos talentos escondidos e o evento ajuda a nos colocar em evidencia”, observam.

As estilistas apresentaram um apanhado das peças que já conquistaram as clientes da marca e ainda lançaram alguns objetos para o inverno. “Propomos para a estação, que consideramos a mais glamurosa do ano, uma mistura do brilho com o fosco. Além disso, como a marca registrada de nossos acessórios é o com matelasse, criamos com diferentes geometrias”, destacam as designers. Além dos acessórios, elas também colocaram na passarela roupas desenvolvidas, especialmente para o desfile, por Carol Maqui. As peças foram feitas com organza e, nos detalhes, a estilista fez alusão ao material usado nas bolsas e cintos.


Valentina Valente
Fotos: Divulgação.